Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Pelo 23.º ano consecutivo, a Assembleia-geral das Nações Unidas votou de novo uma resolução que condena o Bloqueio dos EUA a Cuba que já dura há mais de 50 anos e que prejudica seriamente o desenvolvimento de uma nação soberana e independente. Dos 193 países presentes, 188 votaram a favor da condenação e pelo fim do Bloqueio económico, comercial e financeiro. Por motivos óbvios votaram contra a resolução os EUA e Israel, abstendo-se como habitualmente, Palau, as Ilhas Marshall e a Micronésia.


Dir-se-ia que uma resolução votada quase por unanimidades no órgão máximo das Nações deveria ser respeitada, mas infelizmente não é isso que se passa por quem se julga estar acima de tudo e de todos. Está mais que provado que os objectivos deste tenebroso Bloqueio não foram nem nunca serão alcançados, mesmo utilizando em paralelo acções subversivas contra Cuba que consomem milhões de dólares saídos dos impostos pagos pelos cidadãos norte-americanos, intensificando-se as campanhas maliciosas de desacreditação cada vez que Cuba sobressai por motivos positivos aos olhos da opinião pública mundial.

Recentemente, um ex-elemento da segurança pessoal do Presidente Fidel Castro que foi viver para Miami, veio a Lisboa para apresentar um livro que escreveu e onde supostamente revela alguns aspectos sobre a vida pessoal do líder histórico da Revolução. Mas não é necessário ser-se muito inteligente para se chegar à conclusão de quem está por trás de tal figura e quem o financia para ir de país em país debitar inverdades que apresentadas de uma forma tendenciosa, até parecem ter alguma importância, quando não passam de meras banalidades dignas de uma revista cor-de-rosa. Segundo ele, o Comandante-em-Chefe tem hábitos sofisticados e dezenas de casas, iates, carros, helicópteros, etc., fazendo lembrar a célebre revista Forbes que em tempos o considerou das pessoas mais ricas do mundo, sem nunca ter apresentado qualquer prova de tal acusação. Não li o livro em questão, mas de algumas passagens do mesmo a que tive acesso, provam que a imaginação é fértil na construção de uma figura quem em nada corresponde àquela que foi e é Fidel Castro.

Os métodos de intoxicação da opinião pública são sobejamente conhecidos e à medida que o tempo passa têm cada vez menos aceitação porque já poucos se deixam enganar e quem quiser pode livremente ir ver com os seus próprios olhos a realidade cubana sem complexos ou reservas mentais. 

Mesmo com o Bloqueio imposto pelos EUA, Cuba tem sabido inteligentemente ultrapassar os maiores obstáculos e hoje é um país credível a todos os níveis, como prova o investimento estrangeiro que tem vindo a aumentar e o record de visitantes oriundos de todo o mundo que este ano se vai verificar na Feira Internacional de Havana e que pela primeira vez também contará com um pavilhão português promovido pela AICEP e uma delegação oficial de empresários portugueses chefiada pelo Vice Primeiro-Ministro Paulo Portas e outros membros do governo. 

Já lá vai o tempo em que Cuba estava isolada.

La Columna
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Por ocasião do 90.º aniversário do Comandante-em-Chefe Fidel Castro, não tive oportunidade de escrever e de lhe endere&cc...
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Cumpriu-se no passado dia 26 de Julho o 68.º aniversário sobre os assaltos ao Quartel Moncada em Santiago de Cuba e ao Quartel Carlos M...
Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- Passa exactamente a 15 de Maio, o 66.º aniversário sobre a libertação do Presídio Modelo na Isla de Pinos - actual...
Lo último
El arma no es aún
Dailene Dovale - Cimarronas.- El cuchillo reposa dentro del congelador. La amenaza se hace evidente en la voz de su esposo, Raúl: el arma está ahí por si ella se marcha de relación y de su vida. La cineasta Annia Quesada p...
Ver / Leer más
La Columna
La Revista